Abril, Saúde e Vacinação


Várias são as celebrações do mês de abril sobre a saúde. No dia 7 de abril celebra-se o Dia Mundial da Saúde.

Esta data foi criada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e é celebrada desde 1950.

Este dia tem como objetivo sensibilizar e educar para a importância dos cuidados de saúde e da adoção de estilos de vida saudáveis.

Dentro uma pandemia e com um planeta cada vez mais poluído, várias doenças como o cancro, asma e situações cardíacas, aumentaram. Desta forma, a OMS decretou que se irá focar nas medidas urgentes e necessárias a tomar para manter os cidadãos e o planeta saudáveis, incentivando a criação de sociedades centradas no bem-estar.  

Ainda no mês de abril, assistimos a outra comemoração importante que irá decorrer de 24 de abril a 1 de maio de 2022. Trata-se da Semana Europeia da vacinação.

A Semana Europeia da Imunização é uma iniciativa coordenada pela Organização Mundial de Saúde - Europa (OMS Europa) e implementada ao nível local pelos Estados membros para estudar assuntos específicos relacionados com a imunização. São diversos os parceiros desta iniciativa, incluindo-se a UNICEF, o Banco Mundial, o Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças (ECDC).

Todos os anos é lançado um tema de discussão para trabalhar nesta semana, sendo no ano de 2022, o lema «Prevenir; Proteger; Imunizar». Esta celebração, tem como objetivo apoiar os Estados membros a desenvolver planos para assegurar a imunização universal.


Não é demais relembrar que, o impacto da imunização / vacinação na saúde da população mundial é inquestionável. Com exceção da disponibilidade de água potável, nenhuma outra intervenção teve um efeito tão importante na redução da mortalidade e no crescimento populacional em todo o mundo.

A primeira implementação à escala planetária de uma vacina ocorreu com a da varíola e iniciou-se em 1956, com o patrocínio da OMS.

Atualmente, a maioria das nações do mundo adotou o princípio de possuir um Programa de Nacional de Vacinação (PNV). O PNV tem como objetivo assegurar o controlo de doenças infeciosas, para as quais existem vacinas eficazes e seguras e cuja incidência, sequelas e letalidade são elevadas. O PNV é universal e gratuito para todos os indivíduos, e recomenda um esquema de vacinação que constitui uma «receita universal». É à Direção-geral da Saúde que compete definir o esquema do PNV, bem como planear a sua aplicação e providenciar, a nível nacional, a sua avaliação. O PNV em vigor em Portugal foi especificamente estudado para o nosso país e é este que devemos cumprir. No entanto, não deve ser rígido, podendo ser adaptado às condições epidemiológicas locais e a determinados casos individuais.

Recentemente, e devido à situação pandémica, também tivemos a prova da eficácia de uma vacina contra uma doença viral, neste caso covid-19, cujo vírus responsável é o sars-cov2. Através do estudo do RNA viral conseguiu-se chegar à elaboração de uma vacina que protegeu a população enfraquecendo o vírus e a sua capacidade viria em provocar a doença na sua forma de muito grave.

A vacinação, é sem dúvida a melhor arma das populações do Mundo contra às doenças virais. Para além de prevenir, consegue-se enfraquecer os vírus responsáveis por determinadas doenças, podendo-se levar à erradicação dos mesmos.

O mês de abril, surge-nos então, como um mês extremamente importante para a saúde, tendo em conta todas as suas celebrações. Estes dias, devem ser devidamente aproveitados para relembrar a importância da nossa saúde, assim como, a importância da prevenção na nossa saúde, na saúde de todos, na saúde da nossa sociedade.



Paula Bilro

Enfermeira Especialista em Saúde Materna e Obstetrícia

USF Alcaides


17 visualizações0 comentário